Música

Adorei sua visitinha

domingo, 25 de novembro de 2012

Doença bipolar leva à perda de tecidos cerebrais

Os doentes bipolares sofrem perdas de tecido cerebral nas áreas que controlam a memória, o reconhecimento facial e a coordenação, segundo estudos desenvolvidos no Reino Unido e publicados em Journal of Biological Psychiatry. Um estudo citado hoje pela imprensa inglesa refere que os pacientes perdem ao longo do tempo funções cerebrais. A perturbação bipolar é caracterizada pela alternância entre períodos de depressão e euforia.


Na investigação da Universidade de Edimburgo foram examinados cérebros de 20 pacientes com perturbação bipolar e outros tantos de voluntários sem a doença. Os resultados mostraram que há sempre, ao longo do tempo, perda de uma pequena quantidade de tecido cerebral, o que suporta a ideia de que a função cognitiva está debilitada nos pacientes bipolares de meia idade.

Mas a perda de massa cinzenta, onde os sinais nervosos são processados, é maior entre os doentes bipolares e, de entre estes, as maiores perdas foram registadas nos que sofreram mais episódios de euforia e depressão. O coordenador da investigação, Andrew Mcintosh, referiu que o estudo não mostrou se estas perdas são causa ou consequência da doença.

Por um lado, os repetidos episódios podem afectar o cérebro e levar ao enfraquecimento das funções cerebrais, mas por outro o stress e os factores genéticos podem provocar episódios mais frequentes e mais perda de cérebro, segundo o investigador. "Seja causa ou efeito, o mais importante para mim é manter as pessoas em remissão e dar-lhes o melhor tratamento", disse Mcintosh, citado pela BBC. Além da euforia e depressão, a bipolaridade também pode provocar alucinações e aumenta o risco de suicídio. 

1 comentários:

Nandyta disse...

tem selinho lá no blog pra você com muito carinho bjs nandytafazendoarte.blogspot.com

Postar um comentário

Adoro recadinhos...Não saia sem comentar!!!
Bjks coloridas